Ratinho: “Não escondo de ninguém: meu sonho era ser apresentador do SBT"

 
Aparelho de fax sendo quebrado em cena, cassetete batendo na mesa, opiniões expostas aos gritos e brigas entre participantes, marcas registradas de Carlos Massa, o Ratinho, hoje não fazem mais parte do estilo adotado pelo apresentador do SBT.

Comemorando 15 anos na emissora de Silvio Santos, ele tem se divertido mais na atração, rindo de si próprio e dando espaço ao humor – onde antes era semeada a polêmica. Com isso, deixou de lado o perfil briguento que o consagrou na tevê no final da década de 1990. “Quando fui contratado pelo SBT, tinha a obrigação de conquistar a audiência e fazer um programa pesado, sensacionalista, para atrair o público. Com o passar dos anos, vi que as pessoas gostavam mais do Ratinho que fazia palhaçada do que daquele que dava bronca.’’

O Programa do Ratinho, mais leve e bem-humorado, distanciou-se então de seu formato original (que foi ao ar pela primeira vez em 8 de setembro de 1998), mas, mesmo assim, mantém-se na vice-liderança com média de sete pontos, segundo o Ibope (cada ponto equivale a 62 mil domicílios na Grande São Paulo). “Sinto que minha carreira como apresentador se consolidou por estar há tanto tempo em uma empresa e manter um público fiel’’, diz Ratinho. “Não escondo de ninguém: meu sonho era ser apresentador do SBT. E daqui não saio. Se sair, fico um ano sem trabalhar, esperando que me chamem de novo.’’

No ano passado, ele viu seu programa se beneficiar com o público que deixou de acompanhar a novela das nove da TV Globo, Salve Jorge (2012-2013), sua concorrente direta. “Muitas pessoas estavam cansadas de ver tragédia. Já há muito drama e notícia ruim na tevê. Aproveitamos esse momento para mostrar nossa versatilidade e fazer uma atração mais leve’’, analisa ele.

A fórmula com convidados interessantes e famosos participando de jogos e entrevistas, além de atrações musicais de sucesso, pauta-se, atualmente, pelo humor, outra veia explorada por Ratinho, que é o criador dos personagens com quem interage na atração. “O programa, hoje, é um grande circo. Todos esses tipos criados para divertir o público usam um tom circense, que também é o meu berço’’, define ele.

O que há em comum entre os personagens, seus intérpretes e o criador é a relação pessoal que eles estabeleceram. O comediante Marcelino Leite, que vive o Faxinildo, por exemplo, foi contratado por Ratinho após passar por um grave problema de saúde. “Ele me acolheu como um pai. No começo, eu não conseguia falar, ficava mudo no palco e só fazia mímica. Venci minhas dificuldades e, hoje, sou conhecido pelo público. A força do Programa do Ratinho é imensa’’, diz.

Inspirado em uma atração italiana que tinha uma assistente de palco brasileira, Ratinho resolveu fazer o inverso e criou a divertida italiana Valentina (Valentina Francavilla). “Estar ao lado do Ratinho no palco é trabalhar com improviso. Não há roteiro. É uma brincadeira o tempo todo’’, comenta ela, que, com o sucesso de sua personagem, chegou a posar nua, em março do ano passado.

Outra integrante do elenco de humor que foi descoberta por Ratinho é a ex-dançarina Milene Uhiara. Integrante do balé do SBT, seu jeito de menina do interior e o carregado sotaque caipira chamaram a atenção do apresentador. “Eu ia pedir demissão do canal quando o Ratinho me convidou para ler os e-mails dele ao vivo. Ele gostou da minha voz, sempre fez piadas, e, hoje, divido a bancada com ele’’, diz ela, referindo-se ao quadro Jornal Rational, uma paródia do Jornal Nacional, da TV Globo.

Algumas figuras no elenco do Programa do Ratinho já são bastante conhecidas do público, como o boneco Xaropinho (comandado por Eduardo Mascarenhas), Marquito e o Santos (Iran Thieme). “É uma homenagem aos parentes do Silvio Santos que trabalham no SBT. Tanto que, no ar, o Ratinho diz que não pode mandar ele embora, porque é da família do dono da emissora’’, diz o intérprete Thieme.

Nesta segunda-feira, em comemoração aos 15 anos da estreia de Ratinho no SBT, o programa será especial, com o quadro “Boteco do Ratinho’’, sucesso geralmente exibido às quartas-feiras e que mistura estilos musicais de diversas gerações. Farão parte da atração Leonardo, Roberta Miranda, Bruno e Marrone, João Bosco e Vinicius e Roupa Nova. 

Fonte: Jornal Agora (Caderno Show)
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.