"Novas" chamadas da Globo repetem o que o SBT já fez no passado

 A Globo está com um jeito diferente nas chamadas dos seus programas, mas é preciso dizer que, antes de qualquer inovação, este seu atual formato se aproxima muito do que o SBT, lá no passado, e a Record, mais recentemente, já tinham criado.

Não se trata, portanto, de nenhuma novidade.

E para que não reste alguma dúvida, em 1996, na novela "Antonio Alves, o taxista", do Ronaldo Ciambroni, estes recursos já eram utilizados pela Criação Visual da então TV S, de São Paulo, com Fernando Pelégio, Macarrão, Verão e outros tantos.

Como acontece agora em "Joia Rara", uma mulher, Rose de Oliveira, na época voz padrão da Eldorado FM, foi chamada para fazer este trabalho. Outro exemplo é a Regina Volpato. Antes de estrear no "Casos de Família", ela também foi locutora de várias chamadas no SBT, assim como a inserção de falas dos artistas ou apresentadores.

Não se discute a força do alto-falante da Globo, mas é sempre válido respeitar a ordem cronológica das coisas. A roda, como se vê, foi descoberta faz tempo.
 
Fonte: Flávio Ricco (Canal 1)
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.