Boneca simbolizando Rachel Sheherazade é queimada durante Marcha das Vadias na Paraíba

 
A jornalista Rachel Sheherazade foi alvo de críticas das participantes da “Marcha das Vadias” que aconteceu no último sábado (10) em Campina Grande, Paraíba, estado onde a âncora do SBT nasceu.

Mais de 200 pessoas participaram do evento que tinha como objetivo chamar a atenção da sociedade para os direitos da mulher. Com faixas, cartazes e corpos pintados os manifestantes pediam entre outras coisas a liberação do aborto e o fim da violência contra a mulher.

Sheherazade teve uma foto sua colocada no rosto de uma boneca que foi queimada para mostrar a insatisfação das mulheres paraibanas com as posições consideradas como conservadoras da jornalista.

As posições sobre política e religião que Rachel emite durante o programa SBT Brasil são bastante criticadas por movimentos liberais como é o caso das organizadoras da “Marcha das Vadias”.

Na segunda maior cidade paraibana o evento feminista é organizado por Evellyn Lima que explicou o posicionamento da Marcha, mas não sobre o protesto contra a jornalista. “A principal luta é pelo fim da violência contra a mulher, mas todas as pautas do movimento feminista estão incluídas e vários movimentos sociais estão aqui reunidos, para juntar toda a população em torno dessa luta”, disse ela de acordo com o site Pragmatismo Político.

Fonte: Gospel Prime
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.