Raissa Chaddad, a Bia de Chiquititas, venceu timidez para entrar na novela do SBT


Estreia amanhã (15) Chiquititas, às 20h30, no SBT. A trama é adaptação da novela que conquistou o público nos anos 1990 ao contar a história de meninos e meninas do Orfanato Raio de Luz. O lugar guarda grande segredo envolvendo a família do proprietário.

A protagonista é Mili, interpretada pela atriz Giovanna Grigio, de Mauá. Ela será a primeira moradora da casa que tem Ernestina como zeladora, Chico como cozinheiro e Sofia como diretora. “É a mais velha, sonhadora, gosta de contar histórias e sempre aconselha as meninas do orfanato”, diz Giovanna, 15 anos, que está com frio na barriga para a estreia.

Aos poucos, chegará o restante da turma, que viverá aventuras e confusões. Os personagens terão de lidar com problemas na escola, preconceito e briguinhas entre meninos e meninas. Boa parte dessa bagunça será controlada com a vinda de Carolina, que conquistará a todos.

A autora Iris Abravanel (que também adaptou a trama de Carrossel) afirma que a versão da novela está mais moderna. “Hoje as crianças e os jovens estão mais antenados na tecnologia do que antigamente. Por isso, esse assunto não poderia ficar de fora.” Ela tem gostado de trabalhar com crianças. “São espontâneas e dedicadas.”

A novela terá muita música e clipes. O Diarinho assistiu à apresentação da canção Remexe, tema de abertura da primeira versão brasileira. A coreografia exibida é diferente da original, assim como o figurino, que está bem colorido. 

Elenco está superansioso - A preparação do elenco para Chiquititas (que terá cerca de 300 capítulos) começou no início do ano. Agora, a turma está ansiosa para a estreia. “Todos vão gostar. Estou aprendendo muito com minha personagem, que vive na rua”, diz Julia Oliver, 10 anos, que interpreta Pata.


Já Lívia Inhudes, 12, a Vivi na trama, não tem medo das comparações com a atriz Renata Del Bianco, que interpretou a personagem na versão anterior. “Busco fazer meu trabalho com alegria e dar a minha cara para a Vivi.” A menina falou com Renata pessoalmente. “Fiquei deslumbrada. Queria muito conhecê-la.”

A família de Raissa Chaddad, 11, a Bia, está na torcida. “Batalhei muito e consegui vencer a timidez nas gravações. Espero que todos gostem do nosso trabalho.”
Fonte: Diário do Grande ABC
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.