Colunista diz que Merchandising em excesso compromete “prosa” de Ratinho

 

Ratinho está longe de ser um exímio entrevistador. Mas um quadro de seu programa no SBT tem chamado atenção e feito barulho na mídia pelo desfile de personalidades, principalmente da política, que por lá têm passado. Trata-se do "Dois Dedos de Prosa".

Nesta quinta (04.07) foi a vez da ex-senadora e ministra Marina Silva, virtual candidata à presidência em 2014. Em geral, o quadro do "Programa do Ratinho" tem servido de palaque para os mais variados perfis de políticos: Jean Willys, Marco Feliciano, Aécio Neves, entre outros, já apareceram por lá. Interesses à parte, Ratinho evita polemizar e quer mais é que todos façam o seu "comercial".

Por sinal, é quando o apresentador vai defender os anúncios do programa que o ritmo desanda. As conversas são "fatiadas", interrompidas praticamente a todo momento para Ratinho "dar o seu recado".

É preciso faturar - se o papo estiver rendendo audiência melhor para o anunciante -, mas não vamos negar que isso compromete o conteúdo, ainda mais o de interesse jornalístico. Até Marina esboçou espanto com tanta interrupção: "essa você me responde já já". E dá-lhe merchan!

Os convidados, ainda mais os políticos, se mostram muito solícitos à atração pelo perfil popular da audiência. Artistas e apresentadores do SBT também já trocaram dois dedos de prosa com Ratinho, num clima mais intimista e descontraído.

A produção do programa tem buscado diversificar o perfil da atração e do próprio apresentador. "Dois Dedos de Prosa" é uma prova, assim como quadros musicais, calouros e games. Ratinho já não é sinônimo apenas de teste de DNA, mas segue faturando!

Fonte: Gustavo Baena (Yahoo!)
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.