Estrela do SBT em Santa Catarina, jornalista revela porque saiu de afiliada da Globo - SBT World

ULTIMAS

29 de abr de 2013

Estrela do SBT em Santa Catarina, jornalista revela porque saiu de afiliada da Globo


Natural de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, Ildiane da Silva Arriada Geiser tem 37 anos, é casada e mãe das gêmeas Laura e Helena, de 2 anos e 4 meses. Formou-se em Comunicação Social (habilitações: Jornalismo e Publicidade e Propaganda) em 1998, pela Universidade Federal de Santa Catarina. Ingressou na RBS Rio Grande, em 1996, como apresentadora do Jornal do Almoço e repórter de variedades.

Trabalhou nas emissoras do Grupo RBS em Pelotas, Joinville e Florianópolis. Aqui na capital, Ildiane foi apresentadora do Estúdio SC e por último apresentadora e editora do RBS Notícias. Atualmente trabalha no Grupo SCC SBT SC como apresentadora e editora de conteúdo. 

Neste especial do Portal Making Of, Ildiane conta um pouco mais sobre sua carreira, a visão que tem do jornalismo atual e muito mais.

Making Of: O que você ganhou em termos profissionais ao trocar a RBS TV pelo SCC?
Ildiane Silva: Fiquei 16 anos no Grupo RBS. Foi lá que dei comecei a minha carreira como jornalista aos 20 anos de idade. Nessa época ainda cursava faculdade no Rio Grande do Sul. Posso dizer que foi na RBS que fiz grandes colegas de trabalho, conheci excelentes profissionais e foi essa emissora a minha verdadeira escola. Claro que eu tenho parte desse crédito. Me considero uma mulher batalhadora e muito dedicada ao trabalho. A RBS foi uma grande educadora, mas eu precisava mudar, ver como era o mundo fora da emissora. Queria novos desafios e como boa guerreira eu fui em busca deles. No grupo SCC SBT-SC também encontrei grandes profissionais que acreditaram no meu potencial e que valorizaram o meu trabalho. Encontrei motivação e uma vontade imensa de crescer junto com a empresa. No mês que vem já completo um ano no SBT. Comecei como editora-chefe do SBT Meio Dia e hoje passei para a função de Diretora de Conteúdo do grupo SCC SBT SC. Estou muito feliz.

Making Of: Pode explicar como são suas atividades no SBT Meio Dia?
Ildiane Silva: Hoje eu respondo por todos os conteúdos que são veiculados não só no SBT Meio Dia, mas também no SBT News. Chego pela manhã na emissora. Junto com a editora do SBT Meio Dia discutimos o que vai entrar no jornal. Ajudo também no fechamento e vou para a bancada. De tarde o mesmo acontece com o editor do News. Temos a reunião da tarde com os repórteres das praças e vamos preparar o jornal da noite. Também sou uma das responsáveis por vender as matérias para São Paulo para que possam ser veiculadas nacionalmente.

Making Of: Como é trabalhar com Luiz Carlos Prates?
Ildiane Silva: Tive a honra de trabalhar com o Prates na RBS TV. Mas sempre de uma maneira muito breve. A gente não tinha esse contato que temos hoje. O Prates é uma pessoa fantástica, de uma inteligência incomparável. É uma pessoa muito fácil de trabalhar. O nosso diretor de jornalismo diz que temos uma sintonia maravilhosa. Segundo o Prates, quando ele publicar a biografia dele, vai dedicar duas páginas só pra mim com o título "ELA". Não sei o motivo. (risos)

Making Of: Como você avalia o jornalismo de hoje?
Ildiane Silva: Eu sempre adorei fazer jornalismo. Sempre gostei de contar os fatos do dia, de fazer uma matéria produzida que prenda a atenção do nosso telespectador. Acho que a base do jornalismo é essa, contar o que está acontecendo da forma mais simples possível, mas sempre de um jeito especial. Hoje eu vejo que a internet, as redes sociais, estão ajudando também a abastecer os noticiários. Mas é preciso garimpar, checar as informações para não perdermos a credibilidade. Gosto muito do factual, mas aprecio uma matéria onde podemos viajar no texto e nas imagens. Temos muitas informações pairando no ar, mas só o bom repórter consegue pegá-las e criativamente transformá-las em ouro.

Making Of: Qual a noticia que você mais gostou de dar? e a pior?
Ildiane Silva: Não tem uma em especial. As notícias boas são as que fazem bem as pessoas, aos animais, para tudo e todos que estão ao nosso redor. Fico muito triste com matérias sobre crimes e maus tratos, principalmente envolvendo animais, crianças e idosos.

Making Of: E o futuro?
Ildiane Silva: O futuro deixo em aberto. Só sei que trabalho da melhor forma possível para que "esse futuro" sempre me traga bons frutos.

Fonte: Portal Making Of

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial