Crítica: Colunista qualifica setor de novelas do SBT como amador


 
Na teledramaturgia do SBT, no que diz respeito a sua organização, ainda existe um grande caminho a percorrer. As coisas melhoraram muito nos últimos tempos, com a chegada do Reynaldo Boury, um veterano na área, que trouxe larga experiência da Globo. Mas há muito que fazer.

Só para se ter uma ideia de tudo, durante reuniões periódicas, ainda tem executivo da casa que não aceita e não quer ouvir perguntas do tipo, "quando vai terminar Carrossel?" ou "quando vai estrear Chiquititas?". Não aceita e não quer ouvir porque não sabe responder. Por conta dessas e outras incertezas, sempre sobra pra alguém?!

Ou seja, para praticamente toda a equipe da novela, que trabalha no escuro, sem saber exatamente qual rumo tomar. Algo de um amadorismo absoluto. Curiosamente, em se tratando de linha de shows, o negócio no mesmo SBT é mais organizado. A maioria sempre sabe o início e o fim de temporada de cada programa.
Por Flávio Ricco (Canal 1)
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.