Às vésperas de completar 11 anos, Maisa abandona cachinhos e pensa mais antes de falar



Uma garotinha participa do “Bom Dia & Cia”, do SBT, pela webcam, e a apresentadora Maísa Silva, com um risinho no rosto, diz: “Sabia que eu tenho uma roupa igual a sua?”. A telespectadora fica sem saber o que dizer. Quando o desenho entra no ar, a apresentadora sai do cenário achando graça e explica: “Se fosse a Maisinha de 5 anos diria: ‘eu tenho um pijama igual ao seu’. Mas, coitada da menina, eu fico pensando na escola, os colegas vão dizer que ela apareceu na TV de pijama”.

Às vésperas de completar 11 anos (ela faz aniversário no dia 22 de maio), Maísa, que surgiu na televisão aos 3 anos e ganhou fama dizendo tudo o que lhe vinha à cabeça, está mais cautelosa com o que diz. “Penso mais um pouquinho antes de falar. Até quando você é criança você é mal interpretada, imagina depois que cresce...”, diz Maísa, citando, como exemplo, os apelidos que ganhou por causa da língua solta. 

“Diziam que eu era E.T, anã, menina-monstro e usava ponto (eletrônico)”, diz a garota, que ficava sabendo da repercussão de suas tiradas pelo patrão Silvio Santos, com que sempre protagoniza diálogos hilários. Certa vez,  Maisinha chegou a puxar-lhe o cabelo para saber se ele usava peruca.
Entretanto, Maísa diz que crescer não a está fazendo perder a espontaneidade. “Agora eu só tenho algumas papas na língua, mas eu continuo falando tudo o que penso”, afirma. 

De volta ao “Bom Dia & Cia”, após dar vida à Valéria, em “Carrossel”, Maísa abandonou os cachinhos, os vestidos e os sapatinhos à Shriley Temple. O público sente falta e quando é abordada na rua sobre a mudança de visual, Maísa responde: “Agora estou crescida, não dá mais para usar cachinhos”, diz, embora ainda rejeite o rótulo de pré-adolescente.

“Eu ainda me considero uma criança. Brinco com minhas amigas, ando de bicicleta, corro, jogo bola, adoro fazer cupcake e sobremesas”, diz Maisinha, que pediu à mãe Gislaine Silva Andrade para transformar a brinquedoteca  em uma cozinha só para ela. O pedido não foi atendido e Maísa continuará dividindo a cozinha com a mãe.
 
Fonte: Diário de São Paulo
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.