Karina Bacchi torce pelo sucesso de Menino de Ouro e sonha com programa para jovens no SBT


Charmosa e articulada, Karina Bacchi é do tipo que sabe o que quer. E ao analisar sua diversificada trajetória na tevê, onde constam participações em novelas, apresentação de programas e até uma curiosa – e vencedora – passagem pelo reality show A Fazenda, da Record, é que a loura entrega o caminho que almeja seguir.

"Foi muito bom experimentar um pouco de cada coisa. Isso me deu segurança para entender que apresentar é o que mais gosto de fazer", conta Karina, que a partir deste domingo, 24 de março, mostra sua porção repórter ao co-apresentar – ao lado do ex-jogador Paulo Sérgio – o reality futebolístico Menino de Ouro, do SBT.

"Fiquei surpresa ao ser convidada para um programa deste tipo, mas a dinâmica do projeto me cativou. E fica até engraçado, pois sou a única mulher do grupo", destaca.

Aposta esportiva do SBT, Menino de Ouro quer apresentar ao público um novo talento dos gramados. A partir dos quase 13 mil inscritos, a produção selecionou 22 garotos com idade entre 12 e 15 anos que serão avaliados e testados por Zetti, ex-goleiro do São Paulo, e Edmilson, zagueiro com passagem pelo time francês Lion e pelo espanhol Barcelona. No meio dessa equipe totalmente masculina, a função de Karina é mostrar os bastidores e a personalidade dos participantes.

"Adoto uma postura neutra para não sofrer junto com os meninos. Pois, apesar da descontração do ambiente esportivo, existe a pressão em se sair bem", explica.

Colírio para os olhos dos jovens, ela jura que não se sentiu assediada durante as gravações dos 12 episódios previstos para a primeira temporada.

"Sou meio que a mascotinha do grupo. Os meninos são respeitosos e o trabalho flui muito bem", ressalta.

Paulista do pequeno município de São Manuel, Karina é torcedora fanática do São Paulo Futebol Clube. Ela assume não entender muito sobre a Zona do Agrião e suas regras.

"Mas sei o quando o jogador está impedido!", diverte-se, completando que acha que é exatamente sua falta de intimidade com o futebol que a aproxima dos jovens jogadores.

"A gente conversa sobre tudo. O maior interesse deles é pelo mundo dos famosos. Acho que isso está muito ligado ao fato de jogadores se tornarem celebridades. Eu aconselho para que eles não se esqueçam de que não adianta só ser famoso, tem de jogar bem", opina.

Para Karina, o trabalho no SBT surgiu na hora certa. Contratada do canal fechado Mix TV desde o início de 2012, onde apresentou programas como o Pop Up e O Melhor Verão da Minha Vida, ela comemora a nova oportunidade de estar na televisão aberta e, principalmente, pelo convite do canal não envolver nada relacionado à atuação ou novelas.

"Todo ano surgem convites para teatro e folhetins. E nenhum me comove ou me instiga. Simplesmente não tenho vontade. Quando comecei a questionar o texto e as escolhas do diretor, vi que minha vida como atriz não teria futuro", admite, aos risos, relembrando suas participações em novelas como Agora É Que São Elas e Da Cor do Pecado, da Globo, Pícara Sonhadora, do SBT, e Caminhos do Coração, da Record, entre outras.

"Foram trabalhos ótimos e que aconteceram no momento certo", acredita.

Contratada por obra pelo SBT, Karina torce para que a repercussão de Menino de Ouro seja boa e garanta uma segunda temporada. No entanto, caso a audiência não corresponda, ela não esconde que gostaria de permanecer na emissora com um projeto solo.

"Quero muito fazer algo voltado para o público jovem e com plateia. É um sonho antigo. Quem sabe não vira realidade?", conclui.
 
Fonte: OFuxico
Google Plus
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Cuidado com o que você comenta,seus argumentos pode prejudicar nossa equipe e você próprio.